terça-feira, 1 de junho de 2010

Sou uma apaixonda pelo samba, e confesso sim a culpa é dele! Desde muito nova, ouvindo as músicas de meu pai, comecei a admirar a poesia e a maestria desse tão nobre compositor. Não poderia nunca falar de música boa, sem fazer referência a ele. Cartola para mim é um dos maiores nomes do samba do país. Me arrisco aqui a tentar passar em poucas palavras a trajetória dele que com toda sua simplicidade, se tornou um dos mais geniais sambistas que o povo ja ouviu falar!

Agenor de Oliveira, o cartola nasceu a 11 de Outubro de 1908 no Rio de Janeiro, no bairro do Catete. Neste dia, o Brasil e o mundo, não sabiam mas estavam recebendo um de seus cidadãos mais ilustres.

Em 1919 mudou-se para o Buraco quente com a família, (um bairro da mangueira) ele e seus companheiros fundaram então a G.R.E.S Estação primeira de Mangueira.

Sua contribuição a cultura brasileira é inestimável! Sua concepção harmonica, suas melodias e versos são simplesmente maravilhosos. Mestres da Música como os maestros Villa Lobos e Stokovsky foram ao Buraco Quente conhece-lo e tomar conhecimento de sua obra.

A delicadeza visceral de Angenor de Oliveira é patente quer na composição, quer na execução. Como bem observou Jota Efegê, seu padrinho de casamento, trata-se de um distinto senhor emoldurado pelo Morro da Mangueira. A imagem do malandro não coincide com a sua. A dura experiência de viver como pedreiro, tipógrafo e lavador de carros, desconhecido e trazendo consigo o dom musical, a centelha, não o afetou, não fez dele um homem ácido e revoltado. A fama chegou até sua porta sem ser procurada. O discreto Cartola recebeu-a com cortesia. Os dois conviveram civilizadamente, e então descobriu que todos que tinham a chance de ouvir suascanções, ou ve-lo tocar e cantar. O povo então passou a ama-lo e puderam entender um pouco mais a vida, e como lidar com o dia a dia de uma maneira mais poética.

Ele tem a elegância moral de Pixinguinha, outro a quem a natureza privilegiou com a sensibilidade criativa, e que também soube ser mestre de delicadeza.

Cartola partiu desse mundo deixando suas canções e seu amor. Ignorou a injustiça pois esteve sempre ocupado, com o que tinha no coração. Tinha sabedoria suficiente para saber o quantoestava adiante de seu tempo e hoje em dia, o mundo inteiro percebe!



Corra e olhe o céu!



Linda!
Te sinto mais bela
E fico na espera
Me sinto tão só
Mas!
O tempo que passa
Em dor maior
Bem maior...

Linda!
No que se apresenta
O triste se ausenta
Fez-se a alegria
Corra e olhe o céu
Que o sol vem trazer
Bom dia
Aaai!
Corra e olhe o céu
Que o sol vem trazer
Bom dia...

Nenhum comentário:

Postar um comentário